Popularizado no Ocidente por sua conotação sexual, o Tantra na verdade é muito mais que isso, constituindo uma milenar e complexa filosofia comportamental de características matriarcais que tem por objetivo o desenvolvimento integral do ser humano nos seus aspectos físico, mental e espiritual. Dentre os inúmeros aspectos do Tantra, está a sexualidade. Se no Ocidente o corpo e o sexo são considerados frutos do pecado original, resquícios da nossa educação cristã, em grande parte do Oriente o corpo é considerado o templo da alma e, assim, o sexo pode ser um caminho sagrado para atingir a iluminação.

 

il

“Na medida que a pessoa vai olhando para dentro, reconhecendo seu corpo e sua alma, sua energia, inicia-se um processo de aceitação, fluidez e transformação com a elevação da energia”, explica Antar Surya, coordenadora da Consciência Tântrica e facilitadora de cursos de pompoarismo tântrico.

 

j

Antar explica que o pompoarismo é uma técnica milenar criada pelas Antigas Sacerdotisas bem antes de Cristo, mas que foi redescoberta, aperfeiçoada e nomeada na India através do Tantra. O Pompoarismo consiste na contração e no relaxamento da musculatura circunvaginal (musculatura em torno da vagina), buscando como resultado o aumento do prazer sexual próprio e o orgasmo simultâneo do casal, a experiência mística no Maythuna, em sânscrito. Engana-se, entretanto, quem pensa que as interessadas frequentam as aulas de pompoarismo para satisfazer seus parceiros. “O foco do Pompoarismo Tântrico é o prazer e a sáude da mulher. No Tantra ela é a deusa, a sacerdotisa, aquela que gera, que dá a luz, por isso a mulher é sagrada e quem conduz a dança do amor…”, revela Surya.

 

n

Segundo Antar, o pompoarismo proporciona vários benefícios para a saúde da mulher, como o controle e fortalecimento da musculatura do períneo e prevenção da incontinência urinária e fecal porque prepara o períneo para o parto e fortalece o canal após o parto, sendo ótima ferramente para prevenção de prolapso uterino e da bexiga. O treinamento também favorece o aumento do tônus muscular na região genital aumentando a lubrificação, a libido, a ejaculação feminina e diminuindo os sintomas da menopausa, da dispaurenia (dor na relação) e anorgasmia (dificuldade de atingir o orgasmo). Promovendo o auto-conhecimento, um dos principais benefícios deste estudo é o sagrado ato de trazermos à consciência do ventre e da vagina símbolos femininos, podendo desbloquear as feridas que ao longo da vida criamos, assim como enxergar nosso corpo de forma mais natural e menos vergonhosa, resgatando nossa consciência de nós mesmas e resgatando nossa auto-estima.

Receba contéudos exclusivos na Lista de Transmissão :

http://bit.ly/2NKApYT